Porquê o idoso sente mais dores nos pés?


Autor(a): Vera Lucia Dubiela Enfermeira Coren/SC 30261 e Podóloga ACAPO 01/2005

Porquê o idoso sente mais dores nos pés?

 

Fotolia_97346722_S.jpg

[[JPG-78-265-D]]


 
Estava preparando a palestra “Sobre os cuidados com os Pés na Terceira idade” que ministrei no dia 12/08/2017 no Auditório do Hospital Universitário em Florianópolis, e pude verificar o quão ávidos os idosos estão por informações então resolvi escrever sobre o assunto e colocar no blog da Clínica dos pés, e o primeiro post sobre o assunto. É sobre o porquê das dores nos pés dos idosos.
 
Com o aumento da expectativa de vida, o processo de envelhecimento populacional vem ocorrendo em ritmo acelerado e a preocupação da sociedade em envelhecer com qualidade de vida, tem provocados os idosos a procurar informação, pois eles fazem parte da parcela de população ativa mundial.
 
Esta preocupação é cada vez maior em relação a sua saúde e bem-estar, buscando conhecimento e cuidados que facilitam o bom envelhecimento.
 
No entanto, mesmo alcançando uma maior longevidade com qualidade, as pessoas acima dos 65 anos precisam saber que:
 

Acima de 65 anos, 34,2% dos homens e 55,1% das mulheres sentem dores nos pés sempre ou muitas vezes (FONTE: Pesquisa Pés Brasileiros).

 

E porque isto acontece?

 
A medida que envelhecemos é normal que o corpo humano entre em processo degenerativo, ocorrendo várias modificações nas estruturas anatômicas e fisiológicas em todos os sistemas mais visível são os músculos que atrofiam, os ossos ficam mais fracos devido a osteoporose, a pele e articulações perdem colágeno e liquido, enfraquecendo e ficando sem lubrificação. Ou seja, a pele, os músculos, os ossos e as articulações começam a perde a sua anatomia normal e à medida que isto vem ocorrem os pés sentem muito, pois são eles que carregando a pessoa pela vida a fora.
 
Nesta fase da vida aparecem os problemas relacionados a estas perdas, algumas destas patologias podem ocorrem em qualquer faze da vida, mas é mas é mais comum estar associada ao idosos, como as metatarsalgias, fasciite plantar, hálux valgo, hálux rígido, deformidades dos dedos, dedos em garra, alterações do arco plantar, dor no calcanhar, talalgias, problemas peri-articulares, alterações na pele, alterações nas unhas, artropatias, afecções vasculares e neurológicas. Tais alterações estão relacionadas à incapacidade funcional e à diminuição da qualidade de vida dos idosos.
 
As vezes aparecimento de artroses em joelhos e ou quadril, podem provocar estas dores, pois para aliviar a dor, o pé vai se adaptando a uma forma de caminhar para tentar diminuir a dor do joelho ou quadril. E este acaba por sofrer também as consequências de pisada errada, provocando as patologias descritas acima
 

O que fazer para aliviar as dores?

 
Para tentar diminuir estes riscos é de suma importância que se exercite o corpo com a pratica regular de atividades físicas tais como alongamentos diários, hidroginástica, caminhadas, pilates, além de exercício de equilíbrio, muitas vezes deixadas de lado por desconhecer a sua importância.
 
Outra medida igualmente importante é a avaliação da pisada e da marcha do idoso, para que seja diagnosticado algum eventual problema ou alteração ligada à perda de equilíbrio, o tipo de calçado que ele usa, as áreas de pressão do pé, assim ajudá-lo na busca da palmilha, ou protetor, ou calçado adequado, para melhorar sua marcha.
 
Assim corrigindo alguns problemas de equilíbrio, além de eventuais dores que possam dificultar a prática de atividade física. Também existem uma infinidade de protetores que irá auxilia-lo na diminuição de atrito para que se evite os calos, calosidades e almofadas para joanetes.
Outra coisa importante e a manutenção do peso, como este pé já vem sofrendo mudanças estruturais, o sobre peso irá provocar mais dores, tais como o esporão de calcâneo, dores articulares, joanetes etc. sobre estes assuntos falaremos em outro post.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 


Fonte: Pesquisa pes dos brasileiros, http://seer.upf.br/index.php/rbceh/article/viewFile/735/485

Venha conhecer a clínica dos pés e faça a sua avaliação

Avaliação Gratuita